Black Friday 2020 - Novos hábitos de consumo


Na sexta-feira passada, 27 de novembro, aconteceu a tão esperada Black Friday que movimentou o comércio eletrônico e aumentou em 60% as vendas online em comparação ao mesmo período no ano passado.


Muitas empresas aproveitam o mês para queimar os estoques e este ano não foi diferente. Considerando-se o mês inteiro, o faturamento foi 70% maior em comparação a 2019.

As vendas digitais nas 24 horas da Black Friday saltaram 32% em relação ao ano passado.

Apesar da crise, o pessoal colocou a mão no bolso! Neste ano, na sexta-feira, o ticket médio dos compradores online cresceu 3,5%, chegando a R$ 673. Entre as categorias mais vendidas estão os smartphones com 30% (que sempre são os queridinhos). Seguidos dos eletrodomésticos com 18%, TVs com 11%, itens de informática com 10% e ar e ventiladores com 5%.


Foi observado também que os aplicativos ganharam mais destaques entre os canais online, sendo responsáveis por 19% das vendas totais. Um salto de 16% em relação ao ano anterior, o que aumentou em 40% a receita total dos pedidos através das vendas por mobile.


As opções de compra e entrega também refletiram a realidade do isolamento social da pandemia. O destaque do ano ficou para a modalidade de compra online com envio a partir da loja mais próxima que garante maior agilidade na entrega, com um salto de 142% em relação a 2019 e representando um total de 57% dos pedidos. Já os pedidos com retirada em lojas físicas tiveram uma queda de 38%, modalidade que representou apenas 5% das vendas.


E vocês, compraram na Black Friday?

Contatos:

Estamos ON!

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle